Alexandre Godinho/Estadão
Alexandre Godinho/Estadão

Mesmo com alta do dólar, gasto de brasileiro no exterior sobe em abril

Moeda americana avançou 1% sobre o real no mês passado, mas não limitou desembolsos em viagens internacionais

Fabrício de Castro e Lorenna Rodrigues, O Estado de S.Paulo

23 de maio de 2017 | 11h08

BRASÍLIA - Brasileiros seguem gastando mais no exterior do que os estrangeiros no Brasil. O saldo dessas transações em abril ficou negativo, conforme divulgou o Banco Central nesta terça-feira, 23.

No mês passado, quando o dólar subiu cerca de 1% ante o real, a diferença entre o que os brasileiros gastaram lá fora e o que os estrangeiros desembolsaram no Brasil resultou em um déficit de US$ 908 milhões. Em igual mês de 2015, o déficit nessa conta era de US$ 602 milhões.

Transações correntes têm melhor desempenho para abril desde 2007

As despesas de brasileiros no exterior somaram US$ 1,325 bilhão em abril. Já o gasto dos estrangeiros em passeio pelo Brasil ficou em US$ 417 milhões no mês passado.

No acumulado do ano até abril, o saldo líquido da conta viagens internacionais está negativo em US$ 3,536 bilhões. Em igual período do ano passado, esse valor era de US$ 1,728 bilhão. Para 2017, o BC estima um déficit de US$ 12,5 bilhões para esta rubrica, mais que os US$ 8,473 bilhões de déficit registrados em 2016. 

Tudo o que sabemos sobre:
BRASÍLIABrasilBanco Central

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.