Covid-19

Bill Gates tem um plano para levar a cura do coronavírus ao mundo todo

Mesmo com pagamento de juros, contas públicas fecham positivas

O setor público consolidado registrou em abril o segundo superávit nominal ? arrecadação do governo menos os gastos com as autarquias municipais, estaduais, federal e as empresas estatais e pagamento de juros da dívida ? consecutivo. De acordo com dados divulgados hoje pelo Banco Central (BC), o resultado nominal do mês passado ficou superavitário em R$ 1,997 bilhão depois dos R$ 75 milhões de março.Apesar do bom resultado, o valor do superávit nominal de abril é menor que os R$ 3,496 bilhões de igual mês do ano passado. O resultado de abril foi obtido graças ao fato de o superávit primário do mês ter superado os gastos com juros de R$ 9,904 bilhões.O resultado nominal do período de janeiro a abril, no entanto, continuou deficitário em R$ 8,830 bilhões. O resultado corresponde a 1,73% do Produto Interno Bruto (PIB), porcentual inferior aos 2,9% do PIB projetados pelo chefe do Departamento Econômico (Depec) do BC, Altamir Lopes, para o ano fechado. Números do ano passadoEm igual período de tempo do ano passado, o déficit nominal estava em R$ 18,559 bilhões, que correspondiam a 3,97% do PIB. No período de 12 meses até abril, o déficit nominal estava acumulado em R$ 69,303 bilhões, que correspondiam a 4,45% do PIB. Em março, o déficit acumulado em 12 meses somava o equivalente a R$ 67,803 bilhões (4,39% do PIB).Dívida líquida cai para 56,6% do PIBA dívida líquida do setor público fechou o mês de abril em R$ 926,398 bilhões. O valor correspondia a R$ 56,6% do Produto Interno Bruto (PIB). Em março, a dívida estava em R$ 924,444 bilhões (57,3% do PIB).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.