R$ 1,57 bi

E-Investidor: Tesouro Direto atrai mais jovens e bate recorde de captação

Meta para reservatórios no Sudeste é fixada em 48%

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) aprovou, em reunião realizada hoje, os porcentuais dos chamados níveis meta que valerão para este ano. Segundo o secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, o nível meta para as represas do Sudeste e Centro-Oeste é de 48%. Já os reservatórios do Nordeste terão de chegar ao final de novembro operando a pelo menos 33% da capacidade.

LEONARDO GOY, Agencia Estado

25 de março de 2009 | 19h49

O nível meta é um mecanismo criado no ano passado que estipula uma taxa mínima de armazenagem de água nos reservatórios das hidrelétricas, que precisa ser atingido ao fim de novembro de modo a garantir a segurança no fornecimento de energia elétrica ao longo do período chuvoso, que começa em novembro e termina em abril.

Os porcentuais aprovados para este ano são menos rigorosos do que os fixados no ano passado: de 53% para Sudeste/Centro-Oeste e 35% para o Nordeste. O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp, explicou que as metas são mais brandas devido à revisão para baixo nas estimativas de crescimento da demanda, conforme divulgado hoje pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), e também pelo aumento da oferta neste ano em relação ao ano passado. "Teremos aproximadamente mais 2 mil megawatts em usinas térmicas com o uso do gás natural liquefeito", disse Chipp.

Tudo o que sabemos sobre:
energiareservatórios

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.