Metalúrgico do ABC também vai parar

Cerca de 46 mil metalúrgicos do ABC, que não conseguiram fechar acordos salariais, começam greve por tempo indeterminado a partir de hoje. A decisão foi aprovada em assembleia do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC na noite da sexta-feira e confirmada ontem. Os metalúrgicos do Estado pedem reajuste de 8%, o que dá um aumento real de 2,5%. Nas empresas que deram os 8% não haverá greve.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.