Metalúrgicos da Bosch entram em greve em Curitiba

Cerca de três mil metalúrgicos da fábrica da Bosch de Curitiba, no Paraná, entraram em greve hoje por tempo indeterminado, segundo informações divulgadas pelo Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba. A decisão foi tomada durante assembleia realizada nesta manhã.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

17 de novembro de 2009 | 11h08

Os funcionários da empresa rejeitaram a nova proposta salarial apresentada, de 3,5% de aumento real, com correção pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), estimada pelo Dieese em 4,13% para dezembro deste ano, além de abono salarial de R$ 2 mil, dividido em duas parcelas.

Uma nova assembleia está marcada para amanhã. Segundo o presidente do Sindicato, Sérgio Butka, se houver uma nova proposta, ela será votada. Caso contrário, a greve vai continuar. A data-base da categoria é em 1º de dezembro.

Ontem, os funcionários da empresa paralisaram as atividades em protesto de duas horas, das 6 às 8 horas. Os metalúrgicos negociam um acordo, no mínimo, igual ao obtido pelos funcionários da indústria de tratores Case New Holland (CNH). Eles conseguiram a reposição integral do INPC mais 3,7% de aumento real, além de abono de R$ 2 mil.

Tudo o que sabemos sobre:
metalúrgicosgreveBoschCuritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.