Metalúrgicos da Força Sindical paralisam atividades

Cerca de 30 mil metalúrgicos de São Paulo ligados à Força Sindical devem paralisar suas atividades amanhã, por até duas horas, em 60 empresas do Estado como parte do calendário de mobilização da campanha salarial deste ano. Segundo informou o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Mogi e Região em nota, haverá outra paralisação na Grande São Paulo no próximo dia 20. O objetivo é informar os trabalhadores sobre o andamento das negociações e mobilizar a categoria para uma greve, caso as negociações emperrem.De acordo com o sindicato, o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, participa da paralisação amanhã, às 7 horas, na fábrica da Fame. O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Eleno Bezerra, por sua vez, estará às 5 horas na fábrica da Lorenzetti.A categoria reivindica reajuste de 14%, piso de R$ 800, pagamento de Participação nos Lucros e Resultados (PLR), redução da jornada de trabalho sem redução salarial, pagamento de cesta básica ou vale-compra, entre outras solicitações. A data-base dos metalúrgicos ligados à Força, que somam 700 mil trabalhadores, é em 1º de novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.