carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Metalúrgicos de autopeças de SP ganham abono

Os metalúrgicos da capital paulista do setor de autopeças ligados à Força Sindical fecharam nesta quinta-feira um acordo com o Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças) para o pagamento de abono salarial, como forma de repor parte da inflação acumulada desde a data-base, em novembro.O acordo foi acertado em audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-2ª Região). O abono garante ao trabalhador 45% do salário, respeitados o piso de R$ 325,00 (para quem ganha menos de R$ 722,00) e o teto de R$ 990,00 (para quem ganha acima R$ 2.200). Nas empresas com menos de 100 trabalhadores, o abono será pago em três parcelas. Nas com mais de 100, será pago em duas vezes.O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Eleno José Bezerra, disse ter ficado satisfeito com a conciliação. "Mostramos que somos políticos e os empresários demonstraram que amadureceram", afirmou. O advogado Draúsio Rangel, negociador do Sindipeças, disse que o abono foi muito bom para as empresas. "Para elas, significa menor custo agora dar um abono do que um reajuste", afirmou Dráusio, garantindo que na próxima data-base os trabalhadores deverão ter reposição integral da inflação de um ano.Segundo estimativa de Bezerra, o abono conseguido hoje deverá beneficiar em torno de 17 mil trabalhadores, de 325 empresas da capital.

Agencia Estado,

15 de maio de 2003 | 20h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.