Metalúrgicos de fornecedores da Embraer fazem greve

Metalúrgicos de três fornecedoras da Embraer entraram em greve hoje: Sobraer, Sopeçaero e Pesola, todas com unidades em São José dos Campos. A produção nestas empresas, que fabricam peças de fuselagem estrutural de aviões, foi totalmente interrompida. Na assembleia unificada entre as três fábricas, realizada hoje, os trabalhadores exigiram o início imediato das negociações para reajuste salarial, considerando setembro como data-base. Segundo nota do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, o grupo patronal do setor aeronáutico, liderado pela Embraer, quer manter novembro como data-base.

AE, Agencia Estado

25 de setembro de 2009 | 13h25

Com a paralisação, os metalúrgicos também querem pressionar as empresas a pagar participação nos lucros e resultados (PLR) - eles querem valor igual ou superior ao pago em 2008, mas, segundo a nota, as empresas não aceitam fazer o pagamento. Juntas, as três fábricas possuem 250 trabalhadores. Uma nova assembleia deve acontecer segunda-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
grevemetalúrgicosEmbraer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.