finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Metalúrgicos de SP entregam pauta de reivindicações na Fiesp

Os sindicatos metalúrgicos do Estado de São Paulo e a Federação da categoria, filiados à Força Sindical, farão amanhã, às 11 horas, a entrega da pauta de reivindicações da Campanha Salarial Unificada 2004 na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na Avenida Paulista.A campanha, unificada com 51 sindicatos e a federação estadual, envolve cerca de 700 mil trabalhadores com data-base em 1º de novembro, sendo que somente a base de São Paulo e Mogi tem cerca de 260 mil trabalhadores.Na pauta a ser entregue constam os pedidos de 15% de reajuste salarial, sendo 8% de aumento real e 6,42% de reposição (INPC estimado de novembro/2003 a novembro/2004); redução da jornada de trabalho sem redução de salário; piso salarial único de R$ 700; Participação nos Lucros ou Resultados (PLR), sobretudo nas pequenas empresas; programa de qualificação profissional, entre outros.NegociaçõesOs sindicatos vão dar 30 dias de prazo aos empresários para o desenrolar das negociações e a apresentação de contraproposta. Após este prazo, a promessa de alguns líderes da categoria é de paralisação de algumas linhas de produção.De acordo com o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Mogi e Região, Eleno José Bezerra, os indicadores da economia nacional apontam crescimento em todos os setores de atividade e os trabalhadores têm direito a compartilhar este bom momento econômico.Sindicalistas e trabalhadores vão se concentrar às 10 horas, em frente ao metrô Paraíso (Catedral Ortodoxa). Às 11 horas, seguirão em passeata até a Fiesp, onde a entrega da pauta aos sindicatos patronais será acompanhada de um grande ato.

Agencia Estado,

20 de setembro de 2004 | 16h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.