Metalúrgicos de SP entregam pauta de reivindicações na Fiesp

Os sindicatos metalúrgicos do Estado de São Paulo e a Federação da categoria, filiados à Força Sindical, farão amanhã, às 11 horas, a entrega da pauta de reivindicações da Campanha Salarial Unificada 2004 na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na Avenida Paulista.A campanha, unificada com 51 sindicatos e a federação estadual, envolve cerca de 700 mil trabalhadores com data-base em 1º de novembro, sendo que somente a base de São Paulo e Mogi tem cerca de 260 mil trabalhadores.Na pauta a ser entregue constam os pedidos de 15% de reajuste salarial, sendo 8% de aumento real e 6,42% de reposição (INPC estimado de novembro/2003 a novembro/2004); redução da jornada de trabalho sem redução de salário; piso salarial único de R$ 700; Participação nos Lucros ou Resultados (PLR), sobretudo nas pequenas empresas; programa de qualificação profissional, entre outros.NegociaçõesOs sindicatos vão dar 30 dias de prazo aos empresários para o desenrolar das negociações e a apresentação de contraproposta. Após este prazo, a promessa de alguns líderes da categoria é de paralisação de algumas linhas de produção.De acordo com o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Mogi e Região, Eleno José Bezerra, os indicadores da economia nacional apontam crescimento em todos os setores de atividade e os trabalhadores têm direito a compartilhar este bom momento econômico.Sindicalistas e trabalhadores vão se concentrar às 10 horas, em frente ao metrô Paraíso (Catedral Ortodoxa). Às 11 horas, seguirão em passeata até a Fiesp, onde a entrega da pauta aos sindicatos patronais será acompanhada de um grande ato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.