Metalúrgicos de SP fazem paralisação nesta sexta-feira

Objetivo é negociar diretamente com as empresas acordos salariais garantindo o aumento salarial

da Agência Estado

10 de outubro de 2008 | 16h41

O Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo  vai paralisar as atividades em 23 empresas de máquinas e de aparelhos eletroeletrônicos da Capital, que empregam cerca de 6.200 trabalhadores, nesta sexta-feira, 10. O objetivo, segundo o sindicato, é negociar diretamente com as empresas acordos salariais garantindo o aumento salarial dos trabalhadores.  Entre as empresas a serem paralisadas amanhã estão: Fame, 7h, zona leste (rua Cajuru, 746, Belenzinho); MTU do Brasil, 7h30, zona oeste (Rod. Anhanguera, 29.203, Jaraguá); Kato Estamparia, 6h, zona leste (rua Cadiriri, 1.100, Pq. da Mooca), Toyoda Koki Brasil, 7h, zona leste (rua Rego Barros, 1.319, Jd. V. Formosa). Nas paralisações, os diretores do Sindicato informam os trabalhadores sobre o andamento das negociações com os sindicatos patronais destes dois setores - Sindimaq e Sinaees-. A próxima negociação entre as partes está marcada para segunda-feira, 13, às 16h.

Tudo o que sabemos sobre:
Metalúrgicos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.