Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Metalúrgicos decidirão greve da categoria nesta segunda-feira

Depois de rejeitarem a contraproposta feita na sexta, trabalhadores negociarão diretamente com as empresas

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

19 de outubro de 2009 | 09h34

Os metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, em estado de greve, estão realizando na manhã desta segunda-feira, 19, assembleias em pelo menos 22 empresas da categoria para decidir sobre o rumo da paralisação.

 

Após os trabalhadores rejeitarem a proposta patronal feita na tarde de sexta-feira, 16, de reposição da inflação, sem aumento real, decidiram negociar diretamente com as empresas a partir desta segunda-feira e cruzar os braços nas empresas que se recusarem a negociar, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes.

 

A categoria reivindica 10% de aumento salarial (reposição da inflação + aumento real), piso salarial único, jornada de 40h semanais, renovação de todas as cláusulas sociais da convenção coletiva.

 

A campanha salarial é unificada com outros 52 sindicatos metalúrgicos do Estado, filiados à Força Sindical, e envolve cerca de 800 mil trabalhadores. A data-base é 1º de novembro. Na base de São Paulo e Mogi das Cruzes são cerca de 270 mil trabalhadores.

Tudo o que sabemos sobre:
metalúrgicosgreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.