bolha

Paulo Bilyk: "Quem está comprado em 4 ou 5 ações corre risco grande de perder tudo"

Metalúrgicos do ABC estão em greve por tempo indeterminado

Categoria defende aumento de 11,01% mais abono; cerca de 22 mil trabalhadores já estão de braços cruzados

13 de setembro de 2008 | 01h00

Os metalúrgicos do ABC que atuam no setor de autopeças decidiram entrar em greve por tempo indeterminado. Na noite de sexta-feira, 12, eles recusaram em assembléia a proposta de reajuste salarial das empresas da região. A categoria defende o aumento de 11,01% mais um abono - índice igual ao conquistado pelos trabalhadores das montadoras. Com a decisão, cerca de 22 mil trabalhadores já estão de braços cruzados. Em todo o Estado de São Paulo, o setor de autopeças reúne aproximadamente 50 mil metalúrgicos. O sindicato da categoria disse que aceita negociar em separado com as empresas.

Tudo o que sabemos sobre:
metalúrgicoABCgreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.