Metalúrgicos do ABC terão aumento real de salário de 3,7%

O sindicato dos metalúrgicos do ABC, em São Paulo, fechou a negociação salarial com as montadoras. Segundo a assessoria de imprensa do sindicato, as empresas darão um aumento real de 3,7% (além do repasse total da inflação). O reajuste será aplicado para os salários até R$ 6.523,00, a partir de 1º de setembro deste ano. Os metalúrgicos que ganham acima desse teto receberão um aumento fixo de R$ 587,00. O novo piso da categoria será de R$ 950,00. Conforme o sindicato, 2005 é o terceiro ano consecutivo com aumento real de salário - durante todo esse período o reajuste real foi de 10%.O acordo foi aprovado em assembléia realizada hoje pela manhã. As montadoras, no entanto, não chegaram a uma decisão sobre o reajuste de 2006. A proposta era de aumento real de 1,3%, além do INPC, com elevação do piso para R$ 1.030,00. Segundo o sindicato, a Volkswagen não aceitou essas condições. Os metalúrgicos decidiram que o acordo para 2006 só será aprovado se todas as montadoras participarem.

Agencia Estado,

27 de agosto de 2005 | 13h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.