Metalúrgicos fazem greve de advertência

Em campanha salarial, metalúrgicos da Força Sindical fizeram ontem uma paralisação de advertência por quatro horas em cerca de 1 mil empresas paulistas. Segundo sindicalistas, o movimento envolveu 190 mil trabalhadores e atingiu indústrias de máquinas, produtos eletroeletrônicos, eletrodomésticos e artefatos de metais não ferrosos, entre outros, que integram o Grupo 19-3 da Fiesp. As empresas do grupo empregam quase 50% da categoria no Estado, formada por 700 mil pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.