coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Metalúrgicos fazem passeata por empregos da Embraer

Objetivo da manifestação é dar continuidade à campanha contra as 4,2 mil demissões da empresa

Solange Spigliatti, do estadao.com.br

27 de fevereiro de 2009 | 14h22

Cerca de 400 funcionários da Embraer fizeram uma passeata pelas ruas de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, na manhã desta sexta-feira, 27, para comemorar a decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, em Campinas, que suspendeu as 4,2 mil demissões da empresa.   Veja Também: Embraer anuncia corte de 20% dos 21,3 mil funcionários As medidas do emprego De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise  Lições de 29 Como o mundo reage à crise     Segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São José, Luís Carlos Prates, uma nova manifestação será feita às 15 horas, em frente à sede da Embraer, com os funcionários do segundo turno da empresa.   O ato vai contar com vários sindicalistas, entre eles Paulo Pereira da Silva, da Força Sindical, e da Conlutas, e espera reunir outros 400 trabalhadores. O objetivo da manifestação, segundo Prates, é dar continuidade à campanha contra as demissões e para garantir a decisão do Tribunal.   O TRT também determinou uma audiência entre os representantes da Embraer e das entidades sindicais na próxima quinta-feira, 5, em Campinas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.