carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Metalúrgicos recebem perdas do Plano Collor

O Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo informou que cerca de 200 trabalhadores metalúrgicos receberam hoje, com juros e correção monetária, os 44,80% da correção que não foi aplicada às contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) na época do Plano Collor 1, em abril de 1990. O pagamento é resultado da ação de cobrança dessas perdas movida pelo Sindicato em 1993, e é efetuado no posto da Caixa Econômica Federal (CEF) que funciona na sede do sindicato, na rua Galvão Bueno, 782, Liberdade, centro de São Paulo. Neste primeiro dia, foram atendidos cerca de 750 trabalhadores. Como o posto da Caixa tem capacidade para atender 250 pessoas por dia, os demais foram agendados para outros dias. O pagamento continuará sendo feito amanhã, dia 1º, das 10h às 16h. No primeiro lote, que começou a ser pago hoje, constam 2.800 trabalhadores. O montante a ser pago é de R$ 21 milhões. O valor médio estimado dos pagamentos é de R$ 8.000. Os lotes, no total de 12, sairão sempre no último dia útil de cada mês, até dezembro.

Agencia Estado,

31 de janeiro de 2006 | 18h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.