Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Metrô de Salvador vai iniciar testes

Onze anos de obras e mais de R$ 1 bilhão em investimentos depois, os seis primeiros quilômetros do metrô de Salvador, chamados de primeiro trecho, parecem ter, enfim, uma data para o início de funcionamento.

TIAGO DÉCIMO / SALVADOR , O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2011 | 03h07

Segundo o secretário da Casa Civil da capital baiana, João Leão, os testes com o equipamento começam em dezembro e a operação será aberta à população em abril. Para que o cronograma seja cumprido, porém, ainda faltam cerca de R$ 315 milhões em investimentos.

A novela em torno do início da operação do metrô em Salvador já dura cinco anos. No início deste ano, o prefeito João Henrique Carneiro havia praticamente desistido de inaugurar a obra em sua gestão.

O motivo era que, apesar de locomotivas e vagões estarem sobre os trilhos desde o ano passado - e já precisando de manutenção - e de as estações estarem em fase de acabamento, não havia quem se dispusesse a operar o equipamento, por falta de demanda para o pequeno trecho construído (o que tornaria inviável seu uso comercial), mesmo com subsídios governamentais.

Em junho, porém, surgiu a solução. O governo da Bahia apresentou seu projeto de mobilidade urbana para a Copa de 2014, incluindo a construção de 22 quilômetros a mais de metrô, ligando o município vizinho de Lauro de Freitas, onde fica o aeroporto, à Rótula do Abacaxi, principal entroncamento viário de Salvador e fim da linha do primeiro trecho do metrô. O custo estimado da obra é de R$ 1,6 bilhão.

O projeto final da proposta deve ser apresentado em novembro, quando também se espera que seja aberto o edital para a parceria público-privada (PPP) para a operação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.