Reprodução/Facebook Metrô Rio
Reprodução/Facebook Metrô Rio

finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Metrô do Rio terá armários para receber encomendas de e-commerce

Lockers estarão em 38 das 41 estações da rede; cliente deve liberar o QR Code impresso na porta do armário para retirar encomenda

Ana Luiza de Carvalho, O Estado de S.Paulo

23 de setembro de 2019 | 17h30

O MetrôRio terá, a partir de novembro deste ano, lockers para recebimento de entregas de comércio eletrônico. Os armários estarão disponíveis em todas as estações das linhas, com exceção de Botafogo, Uruguaiana e Nova América/Del Castilho. Essa é a primeira experiência de lockers em transporte público em todo o Brasil. Não há cobrança de qualquer taxa para quem opta pela modalidade.

 

A ideia é facilitar a vida de quem faz compras pela internet e tem dificuldade para receber as encomendas, seja por morar em áreas de difícil localização ou consideradas perigosas.  A empresa Clique Retire será responsável pela logística.

Os armários são terminais de autoatendimento para entregas. Após efetuar a compra pela internet, o cliente seleciona em qual estação quer retirar o produto e receberá um QR Code que abrirá eletronicamente a porta do compartimento para que ele retire seu produto. Os lockers também permitem devolver mercadorias, seja por desistência de compra ou por troca por defeitos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.