Clarisse Castro/Governo-RJ
Clarisse Castro/Governo-RJ

MetrôRio libera pagamento com cartão de crédito

Serviço está disponível já a partir desta segunda-feira; por enquanto, serão aceitos somente cartões de crédito Visa

Aline Bronzati, O Estado de S.Paulo

29 de abril de 2019 | 16h54

O MetrôRio começou a disponibilizar nesta segunda-feira, 29, o pagamento de passagens com cartões de crédito, telefones celulares e dispositivos vestíveis como pulseiras e relógios que tenham a tecnologia de aproximação (NFC, na sigla em inglês). Para isso, firmou uma parceria com a bandeira de cartões Visa, os bancos Bradesco e Banco do Brasil e a Cielo, de maquininhas.

A nova forma de pagamento, conforme o presidente do MetrôRio, Guilherme Ramalho, vai estar disponível nas 41 estações das linhas 1, 2 e 4 num total de mais de 340 validadores. O público-alvo são 250 milhões de pessoas por ano, atendendo um total de 900 mil pessoas por dia.

Na primeira etapa, serão aceitos somente cartões de crédito Visa. As demais bandeiras de cartões que tiverem interesse em participar também serão aceitas. As formas de pagamento já usadas serão mantidas.

Na sequência, serão acrescidos ainda os cartões de débito e também os pré-pagos. Segundo o presidente da Visa, Fernando Teles, os demais plásticos devem ser disponibilizados até o final do ano. "Esperamos substituir o dinheiro", disse Teles, durante a coletiva de imprensa, sem dar números esperados com a parceria.

Além de ampliar o portfólio de pagamentos do MetrôRio para os usuários das linhas, conforme Ramalho, os turistas também serão beneficiados uma vez que poderão usar seus cartões de crédito sem de fazer câmbio para isso. "Os usuários poderão acessar o sistema sem passar por filas, apenas com a mídia que já têm no próprio bolso", explicou o presidente do MetrôRio.

A tecnologia usada para aceitação de cartões de crédito foi desenvolvida pela Visa, mas pode ser expandida para diferentes meios de transporte de massa e também para outras cidades do Brasil. O desenvolvimento foi feito durante pouco mais de um ano a partir de uma provocação da Invepar, que controla o MetrôRio.

A Cielo vai não só capturar as transações com cartão no MetrôRio, mas também será responsável por credenciar os estabelecimentos ao redor das 41 estações do MetrôRio para aceitarem cartões com a tecnologia NFC. Por ora, a empresa, conforme o presidente da companhia, Paulo Caffarelli, já credenciou as Drogarias Venancio e os Supermercados Zona Sul.

De acordo com ele, a Cielo já trabalha com a tecnologia NFC desde 2008. Nos últimos 12 meses, segundo Caffarelli, a captura de transações com tecnologia NFC saltou 300%. "Hoje, 95% das maquininhas da Cielo já aceitam a tecnologia por aproximação, NFC, mas em seis meses 100% dos equipamentos estarão preparados para isso. A ideia é disponibilizar o pagamento por aproximação no metrô e em todos os estabelecimentos", concluiu Caffarelli.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.