México: Inflação atinge menor nível em mais de 4 meses

A inflação anual ao consumidor do México atingiu seu menor nível em mais de quatro meses na primeira metade de novembro, confirmando uma tendência de queda e diminuindo a possibilidade de que haja uma redução na taxa de juros da segunda maior economia da América Latina.

AE, Agencia Estado

22 de novembro de 2012 | 14h14

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) do país subiu 4,36% nos 12 meses até a primeira quinzena de novembro, segundo a agência nacional de estatísticas. No final de outubro, o índice havia apresentado uma alta maior, de 4,60%, em 12 meses. A leitura da primeira metade de novembro é a mais baixa desde o fim de junho.

O dado de inflação é o último antes do Banco do México se reunir, no próximo dia 30, para decidir sobre sua taxa de juros. Com a inflação recuando, a expectativa é que o banco central mexicano mantenha os juros nos níveis atuais no futuro próximo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicoinflação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.