México registra superávit comercial em abril

O México registrou um surpreendente superávit comercial em abril, porque um sólido crescimento das exportações de bens manufaturados contrabalançou uma queda nas exportações de petróleo, e as importações diminuíram ante igual período do ano passado.

AE, Agencia Estado

26 de maio de 2014 | 12h05

O México teve um superávit comercial de US$ 510 milhões no mês passado. As exportações cresceram 3,7% ante abril de 2013, para US$ 34,07 bilhões, enquanto as importações recuaram 1,5%, para US$ 33,56 bilhões, disse o Instituto Nacional de Estatística (Inegi) nesta segunda-feira.

As exportações de manufaturados aumentaram 7,1%, para US$ 28,57 bilhões, representando 84% do total exportado no mês passado, enquanto as vendas externas de petróleo recuaram 15,5%, para US$ 3,77 bilhões.

As importações de bens de consumo, máquinas e equipamentos recuaram acentuadamente em relação ao ano anterior, enquanto as compras de bens usados em processos de produção do exterior subiram 0,7%.

Era esperado um déficit de US$ 877 milhões, de acordo com a mediana das estimativas de sete economistas consultados pelo Wall Street Journal.

O dado trouxe a balança comercial nos primeiros quatro meses do ano para um déficit de US$ 683 milhões.

Os números de fluxo comercial foram afetados pela mudança no feriado de Páscoa, que foi em março no ano passado e em abril neste ano, o que significa que abril teve menos dias úteis do que em 2013. Em termos ajustados sazonalmente, as exportações cresceram 1,9% em relação a março, e as importações avançaram 2%, de acordo com o Inegi. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicocomércioabril

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.