Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Microsoft aumentará abertura para software livre

Em uma grande virada estratégica, a gigante de tecnologia Microsoft mobilizou-se para responder às preocupações dos criadores de sistemas operacionais de código aberto (software livre), dizendo que planeja "aumentar sua abertura a esses produtos".A gigante do software disse que divulgará em seu site todas as interfaces e comunicações dos programas aplicativos para seus produtos mais populares - incluindo o Windows Vista e o Office 2007 - bem como para todos os sistemas operacionais servidores. Muitos dos protocolos hoje são disponíveis apenas sob uma "licença de segredo comercial".A Microsoft também prometeu não processar os criadores de software livres que estejam desenvolvendo produtos para "distribuição não comercial". "Essas medidas representam um passo importante e uma mudança significativa no modo como compartilhamos informações sobre nossos produtos e tecnologias", disse Steve Ballmer, diretor-executivo da Microsoft.A companhia fechou em outubro do ano passado um acordo com órgãos reguladores europeus, que foi considerado um incentivo para acordos entre a Microsoft e os criadores de software livre. Na época, a Comissão Européia alardeou uma promessa feita pela Microsoft para permitir que os criadores de softwares livres não comerciais tivessem acesso à "informação de interoperacionalidade" dos software servidores, ou cópias proprietárias, necessárias para fazer produtos compatíveis.A Microsoft informou hoje que indicará quais protocolos são patenteados e os licenciará "a taxas de royalty reduzidas". A empresa também disse que ampliará as opções de formato de software para o pacote Office. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.