Microsoft terá lojas próprias para concorrer com a Apple

A Microsoft anunciou planos de abrir sua própria cadeia de lojas, como uma forma de fazer frente à rival Apple, que tem sido bem-sucedida em seu movimento rumo ao varejo. A maior companhia de software do mundo, que também desenvolveu o console de videogame Xbox e o tocador de música digital Zune, não informou quantas lojas pretende abrir com a sua marca ou quais linhas de produtos pretende vender.As decisões serão tomadas por David Porter, executivo egresso da DreamWorks Animation que a Microsoft nomeou como vice-presidente das lojas do varejo. Porter, que também foi gerente da rede Wal-Mart, vai se reportar diretamente ao diretor de operações do grupo, Kevin Turner.O movimento da Microsoft rumo à abertura de lojas próprias, amplamente aguardado pelo mercado, chega em um momento em que os gastos dos consumidores estão sob enorme pressão com a crise global. Uma tentativa similar da fabricante de computadores Gateway de abrir lojas próprias anos atrás não teve sucesso.A Microsoft, afetada pela fria recepção do mercado ao seu mais recente sistema operacional, o Vista, enfrenta acirrada competição da Apple, que também atua no segmento de computadores pessoais e domina o mercado de música digital com o iPod. As lojas da Apple, que hoje somam mais de 200 em todo o mundo, têm sido cruciais em atrair clientes à marca nos últimos anos.RECOMPENSAA Microsoft também ofereceu uma recompensa de US$ 250 mil para encontrar os criadores de um "worm" (verme) que ataca os sistemas dos computadores. O Conficker, ou Downadup, espalhou-se rapidamente, infectando milhões de computadores no mundo inteiro e ameaçando se apoderar, ou destruir, seus sistemas.A Microsoft está trabalhando com especialistas de segurança em informática e com a Internet Corporation for Assigned Names and Number (Icann) para rastrear qualquer Conficker que esteja solto. A empresa prometeu a recompensa por qualquer informação que leve à captura das pessoas que lançaram o worm na web.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.