Miguel Jorge: Brasil não terá déficit comercial mensal em 2008

O ministro de Desenvolvimento,Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, descartou nestaquarta-feira a possibilidade de o Brasil registrar déficitcomercial em algum mês de 2008. Ele argumentou que, em fevereiro, quando o superávitcomercial caiu 71 por cento frente ao mesmo período do anopassado, apenas uma empresa nacional registrou um déficitcomercial de 1 bilhão de dólares --desempenho que "não irá serepetir" ao longo do ano, garantiu. "Nós não trabalhamos em nenhuma hipótese com essapossibilidade (de déficit comercial do país em 2008), demaneira nenhuma, nem mensal", disse Miguel Jorge a jornalistasao chegar ao Ministério da Fazenda para reunião com o ministroGuido Mantega. O país registrou déficits comerciais por três semanasconsecutivas em fevereiro e março como resultado de umcrescimento forte das importações. Na segunda semana deste mês, contudo, a balança voltou ater superávit, de 527 milhões de dólares. Analistas do mercado projetam um superávit comercial de 29bilhões de dólares este ano, segundo sondagem feita pelo BancoCentral. No ano passado, o superávit foi de 40 bilhões dedólares. (Reportagem de Isabel Versiani; edição de AlexandreCaverni)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.