Miguel Jorge e Mantega vão debater apoio à exportação

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, disse hoje que deve haver ainda esta semana uma reunião entre ele e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, para discutir as medidas de apoio ao setor exportador. Miguel Jorge acrescentou, porém, que as medidas não devem ser anunciadas esta semana. O ministro confirmou, conforme antecipou a Agência Estado, que as medidas devem englobar uma solução para eliminar os créditos tributários, acumulados na Receita Federal. O pacote, no entanto, só deve trazer uma solução para os créditos futuros. "Nunca trabalhamos em cima dos estoques, porque já sabíamos que seria uma dificuldade grande", afirmou.

RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

27 de abril de 2010 | 14h51

Miguel Jorge se reuniu hoje com o ministro da Economia e Tecnologia da Alemanha, Reiner Bruderle, para discutir investimentos alemães no Brasil. Segundo ele, foram discutidas as possibilidades de investimentos alemães em obras da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016 e em outras áreas de infraestrutura como na Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e nas áreas de petróleo e gás.

O ministro alemão disse que a filosofia do seu país é parecida com a do Brasil e defendeu a necessidade de retomar a Rodada Doha - negociação multilateral para o liberação do comércio. "Precisamos avançar na liberdade dos mercados contra o protecionismo", disse. Ele também defendeu, assim como o Brasil tem defendido junto ao G-20 (grupo das 20 maiores economias do mundo), uma regulamentação mais dura do mercado financeiro mundial. Miguel Jorge disse que a negociação para um acordo comercial entre União Europeia e Mercosul deve ocorrer de forma paralela às discussões da Rodada Doha. O ministro disse acreditar em um acordo, mas afirmou que não se deve esperar uma conclusão rápida das negociações.

Tudo o que sabemos sobre:
exportaçõesMantegaMiguel Jorge

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.