Miguel Jorge prevê criação de 2 mi de empregos em 2010

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, previu hoje que serão criados 2 milhões de empregos no País em 2010. Em discurso na reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), o ministro disse que, há um ano, no auge da crise financeira internacional, falar na criação de 1,2 milhão de empregos em 2009 seria visto como "uma utopia", e, no entanto, esse total foi alcançado no período de janeiro a outubro deste ano.

ADRIANA FERNANDES, Agencia Estado

09 de dezembro de 2009 | 13h14

Miguel Jorge propôs aos integrantes do CDES - órgão de aconselhamento do presidente da República - que elaborem para o País uma agenda "pós-crise, de futuro". Segundo ele, o CDES tem um papel importante na formulação dessa agenda. O ministro disse que a crise financeira permitiu mostrar que o governo Lula "é diferente" dos outros afetados pela crise. Segundo Jorge, o governo brasileiro reagiu à crise "com tranquilidade e rapidez e com medidas que deram certo."

Tudo o que sabemos sobre:
CDESreuniãoMiguel Jorgeempregos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.