Milho dispara antes de corte de juros nos EUA

Em dia de euforia nos mercados de commodities, os preços do milho fecharam no limite de alta da Bolsa de Chicago. O contrato para entrega em dezembro encerrou o pregão cotado a US$ 4,2075/bushel, com valorização de 7,68%. Especuladores cobriram contratos de venda diante da escalada do petróleo e da forte queda do dólar, reflexo do esperado corte de juros nos Estados Unidos. Mais tarde, o Fed (Federal Reserve) confirmou as expectativas e cortou a taxa básica em 0,5 ponto percentual, para 1% ao ano.

O Estadao de S.Paulo

30 Outubro 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.