Milho dispara puxado por clima e demanda

O milho teve forte alta ontem na Bolsa de Chicago. Os lotes com vencimento em março fecharam a US$ 3,7125/bushel, em alta de 3,63%. A commodity foi puxada pelo resultado das exportações americanas, que tiveram a melhor semana desde o início da safra 2008/09, e pela expectativa de aumento da demanda para a produção de etanol diante da melhora das margens da indústria. Além disso, o efeito baixista das últimas chuvas na Argentina foi neutralizado pela previsão de mais clima seco na semana que vem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.