AP
AP

Milionésimo Mustang deixa a linha de montagem 49 anos após lançamento

 Carro pode ser encontrado no Brasil por preços a partir de R$ 250 mil

Agências internacionais,

17 de abril de 2013 | 18h23

 O milionésimo Mustang saiu da linha de montagem da Ford na cidade americana de Flat Rock nesta quarta-feira, 49 anos depois do lançamento do modelo em abril de 1964, na cidade de Nova York.

A Ford fechou as inscrições para interessados na compra do novo veículo por causa do grande número de candidatos já inscritos no sistema

O lendário nome Mustang, ícone da indústria automobilística mundial, foi inspirado no avião de caça P-51. O nome refere-se à única raça de cavalo selvagem dos Estados Unidos.

O modelo esportivo conversível na cor vermelha número 1 milhão saiu da linha de montagem dirigido por Raj Nair, chefe de desenvolvimento de produto global.

O Mustang é produzido em Flat Rock desde 2004. A Ford anunciou que está investindo US$ 555 milhões na fábrica de Downriver para atualizar os equipamentos para o Ford Fusion e também para a sexta geração do Mustang, que será lançada no ano que vem, no aniversário de 50 anos do veículo.

O novo Mustang será exportado para outras regiões, incluindo a Europa. Ele não deverá sofrer grandes mudanças, além de algumas modificações necessárias para atender a exigências regulatórias.

A Ford não vende o Mustang no Brasil, mas o brasileiro interessado pode encontrar o veículo em empresas importadoras independentes. A versão de entrada, com motor V6 de 305 cv e câmbio automático de seis marchas, custa cerca de R$ 250 mil.

Tudo o que sabemos sobre:
MustangFord

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.