finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Minas cobra R$ 1,2 bi em ICMS da Vale

A Vale incluiu em seu relatório anual mais uma disputa bilionária envolvendo a cobrança de impostos. O governo de Minas Gerais exige que a mineradora pague R$ 1,2 bilhão em ICMS sobre a saída de minério de ferro do Estado.

/ REUTERS, O Estado de S.Paulo

19 de abril de 2012 | 03h07

Como a cobrança se refere apenas ao ano de 2006, a Vale admite que outras poderão ser realizadas pelo governo de Minas, pelos mesmos motivos.

"O Estado de Minas Gerais entende que a base de cálculo deste imposto deveria ser o preço do produto no mercado atacadista, enquanto a Vale adota como base de cálculo para o ICMS o custo da produção", informa a companhia em documento de 200 páginas divulgado na terça-feira a investidores.

Em dezembro de 2011, as autoridades fiscais de Minas Gerais lavraram seis autos de infração para a cobrança de valores de ICMS supostamente devidos na saída por transferência interestadual de minério de ferro de Minas Gerais para o Espírito Santo.

A Vale informou ter apresentado suas defesas ao governo de Minas Gerais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.