carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Minc assume compromisso para facilitar licença de Jirau

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, assumiu hoje publicamente o compromisso de que as famílias que vivem na Floresta Nacional (Flona) do Bom Futuro, em Porto Velho (RO), serão mantidas na região. Será proibido, no entanto, o ingresso de qualquer novo ocupante, qualquer desmatamento e será obrigada a retirada das 35 mil cabeças de gado ilegal. "Aqui não sai mais madeira, não entra gado e não entra mais ninguém", disse o ministro, segundo informações divulgadas no site do ministério pela assessoria de imprensa.

SANDRA MANFRINI E LEONARDO GOY, Agencia Estado

19 de maio de 2009 | 17h31

Esse compromisso de Minc poderá facilitar a liberação da licença de instalação definitiva da obra da hidrelétrica de Jirau, removendo as resistências por parte do governador de Rondônia, Ivo Cassol. O governador condicionou o aval do Estado à licença ambiental de Jirau à regularização fundiária das famílias da floresta. Os trabalhos para a construção da usina foram suspensos hoje porque expirou, à zero hora, a licença de instalação provisória para que a empresa Energia Sustentável do Brasil iniciasse a instalação do canteiro de obras.

A Floresta do Bom Futuro começou a ser ocupada desordenadamente a partir de 1995 e 1997. Atualmente, cerca de 28% da floresta já foram desmatados, segundo informações do ministério, com uma ocupação de 3,5 mil habitantes e 35 mil cabeças ilegais de gado.

O ministério informou que o próximo passo agora será incentivar a implantação de atividades sustentáveis na região como o manejo florestal e o pagamento por serviços ambientais, como o plantio de árvores para dar sustento às famílias que terão de abandonar as atividades ilegais de corte de madeira ou de criação de gado.

Tudo o que sabemos sobre:
energiaJirauMeio Ambiente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.