Minc: emissão de licença de usina pode ser antecipada

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, informou que o Ibama poderá antecipar a liberação da licença de instalação da hidrelétrica de Santo Antônio, no Rio Madeira, permitindo, assim, o início das obras. "Meu compromisso é liberar a licença até 31 de julho, mas nossa perspectiva é de antecipar esse prazo em pelo menos quatro ou cinco dias", declarou.O anúncio foi feito após participar, no Palácio do Planalto, da solenidade de assinatura da concessão de Santo Antônio ao consórcio Madeira Energia, integrado pela Odebrecht Investimento em Infra-estrutura, Construtora Norberto Odebrecht, Andrade Gutierrez Participações, Cemig, Furnas e os bancos Santander e Banif.O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, aproveitou a solenidade para elogiar novamente o colega do Meio Ambiente. "Tenho uma aliança com o Minc, que é indestrutível. Não há intriga que nos faça separar", declarou Lobão, arrancando sorrisos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, que acompanhavam a cerimônia.A usina de Santo Antônio, arrematada em leilão em dezembro último, terá capacidade de 3.150 megawatts. Junto com a hidrelétrica de Jirau, leiloada no mês passado, forma o complexo energético do Rio Madeira, em Rondônia.

LEONARDO GOY, Agencia Estado

12 de junho de 2008 | 17h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.