Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Mineradora BHP oferece US$ 147,4 bi pela rival Rio Tinto

A anglo-australiana BHP Billiton, maior mineradora do mundo, anunciou formalmente ontem uma oferta de US$ 147,4 bilhões pelo controle da rival Rio Tinto, também anglo-australiana. Pela proposta, cada ação da Rio Tinto será trocada por 3,4 ações da BHP - oferta superior à que havia sido inicialmente cogitada em novembro, de três ações da BHP para cada uma da Rio Tinto. Se a proposta for aceita, será uma das maiores aquisições da história, e criará uma empresa com valor de mercado de cerca de US$ 350 bilhões.Segundo a BHP, a oferta precisa ter a aceitação dos detentores de no mínimo 50% da ações da Rio Tinto para ser levada adiante. De acordo com o presidente-executivo da empresa, Marius Kloppers, ainda não foram iniciadas conversas com a direção da Rio Tinto. Ele disse acreditar, no entanto, que a proposta será bem recebida. ?Nós acreditamos que é uma proposta convincente?, disse.A direção da Rio Tinto tinha dito que recusaria a proposta, por considerar que poderia conseguir maior crescimento continuando como uma empresa independente. Ao mesmo tempo, grandes siderúrgicas do Japão e da China revelaram sua preocupação em relação ao poder de mercado que teria a empresa resultante dessa fusão.O presidente do conselho de administração da Rio Tinto, Paul Skinner, disse ontem que a companhia vai analisar cuidadosamente a proposta e pediu aos acionistas que não tomem nenhuma decisão ainda. ?A direção da Rio Tinto vai analisar os termos da proposta com atenção, à luz de todas as circunstâncias, e fará um anúncio oficial assim que houver completado a avaliação?, disse. ?Nesse meio tempo, a direção pede aos acionistas que não tomem nenhuma decisão.? As informações são de agências internacionais e do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

06 de fevereiro de 2008 | 11h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.