Minério chinês está perdendo espaço para insumo importado, diz Vale

Segundo companhia, China está sofrendo problemas logísticos devido ao inverno rigoroso, o que reduz as vendas das mineradoras locais

Natalia Gómez, da Agência Estado,

11 de fevereiro de 2010 | 14h30

A demanda chinesa por minério de ferro produzido no país está diminuindo, o que permite à Vale aumentar sua participação de mercado, segundo o diretor de relações com investidores da companhia, Fábio Barbosa. Segundo ele, clientes chineses tiveram acesso ao minério brasileiro durante a crise, quando a Vale destinou maiores volumes para a China, e agora estão dando preferência a este tipo de minério.

 

"Os consumidores chineses estão pagando mais caro pelo insumo importado em relação ao insumo nacional devido a esta mudança estrutural", disse em teleconferência realizada há pouco. O executivo afirmou que a China está sofrendo problemas logísticos devido ao inverno rigoroso, o que também reduz as vendas das mineradoras locais.

 

Sobre os planos da companhia de aumentar sua frota própria, ele afirmou que a meta da Vale não é ganhar dinheiro com frete, mas com minério de ferro. "Nosso objetivo é vender cada tonelada de minério produzida, seja com transporte próprio ou com navios dos clientes", afirmou. De acordo com o executivo, isso vai depender das condições de mercado, mas a Vale precisa estar preparada para ter flexibilidade nesta área.

Tudo o que sabemos sobre:
Vale, ferro, minério

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.