Alex Silva|Estadão
Alex Silva|Estadão

‘Minha área é uma Louis Vuitton’

Abdalla tenta vender a propriedade há 2 anos

O Estado de S.Paulo

25 Dezembro 2016 | 05h00

Faz dois anos que a área de 122,5 mil metros quadrados às margens da Rodovia dos Bandeirantes, a altura do quilômetro 58, está à venda. “Comprei essa área no passado para erguer uma indústria de injeção plástica de itens para indústria automobilística”, conta o empresário José Antonio Abdalla, dono da Abpar Participações.

Com a valorização do terreno, quando a economia ainda crescia, ele decidiu mudar o projeto da indústria para outra área no Estado de São Paulo, em Lorena. Agora, com a crise, os planos foram frustrados. Ele desistiu da fábrica e colocou a área à venda.

Segundo ele, o País está incerto. O empresário nunca viu uma recessão como a atual, que atingiu o Estado e as empresas. “Ninguém paga ninguém e investimento, nem pensar.”

Com o tempo passando e a dificuldade de vender a área aumentando, o preço foi se reduzindo. No início, ele chegou a pedir R$ 60 milhões. Agora a cotação está entre R$ 40 e R$ 45 milhões. Abdalla conta que faz quatro meses que apareceu um interessado, mas até agora o negócio não foi fechado. “A minha área é a Louis Vuitton da Bandeirantes”, brinca, fazendo referência a marca francesa de bolsas de luxo.

Mais conteúdo sobre:
Rodovia dos Bandeirantes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.