Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

''Minha (inesquecível) primeira vez''

Para tudo sair direitinho (sem mico, por favor), veja como se comportar e o que levar na mala, entre outras dicas práticas

O Estadao de S.Paulo

21 de agosto de 2008 | 00h00

A psicóloga e pedagoga Andrea Braz Barucci Marques, de 33 anos, sempre quis fazer um cruzeiro de navio, mas só agora tem a chance de realizar o antigo sonho, graças, sobretudo, ao dólar baixo e às facilidades de pagamento. Foi difícil conseguir passagem e ela quase desistiu. Por sorte, um passageiro cancelou a reserva e Andrea garantiu a vaga dela, do marido e do filho no navio CVC Zenith durante a Semana Santa, em abril. O entusiasmo é tanto que, mesmo ainda não tendo embarcado, o marido já avisou que, em janeiro de 2009, quer fazer reservas para o réveillon de 2010. Pela curta experiência de Andrea, quanto antes se reservar a viagem, melhor. Mas, por ora, a maior preocupação da psicóloga é a etiqueta em alto-mar. Dúvidas de iniciante: o que levar, o que vestir, como se comportar. Será que ela deveria abarrotar a mala com vestidos de festa? Andréa já descobriu que roupa de gala só na apresentação do comandante. No resto do tempo, o bacana é ser informal. Mas vale o bom senso: não circular de biquíni dentro do navio e ou de chinelos nos restaurantes. "No jantar, o ideal, para o homem, é calça comprida e calçado", diz o consultor de Marketing da Costa Cruzeiros, Francisco Ancona. Nos bufês, sim, vale bermuda. Não só o tipo, mas a incerteza sobre a quantidade ideal de roupa também preocupa os iniciantes. Principalmente, as mulheres. Mala grande ou pequena? Será que vai caber tudo na cabine? Ancona alerta que não é preciso carregar o guarda-roupa de casa inteiro, já que o traje habitual a bordo é mesmo o esportivo. O diretor comercial da MSC Cruzeiros, Adrian Ursilli, dá uma dica: "Sugerimos ao hóspede que tenha em mente as dimensões e a quantidade de malas levadas, para que possam ser bem acomodadas nas cabines e transportadas no interior do navio." De dia, os hóspedes podem abusar de bermudas, sandálias, tênis, camisas, vestidinhos e assim vai, já que passam a maior parte do tempo usufruindo das atividades oferecidas ou relaxando na piscina. Nessas situações, é bom optar por calçados leves. De preferência, com solado de borracha, antiderrapante. "Na noite de gala, recomenda-se o uso de terno escuro e gravata para os senhores e vestido social para as senhoras", diz Ursilli. "Nas demais noites, o traje pode ser informal." Isso não significa que não poderá usar seus melhores modelitos, se você sempre sonhou em circular elegantemente pelo navio. Sem exagero, à noite, é possível usar roupas mais chiques nos restaurantes, sem receios. Não se esqueça de levar um bom casaco na bagagem. "Os navios têm ar-condicionado - mesmo no verão, você deve estar preparado para a temperatura interna", alerta o gerente de Operações da CVC Cruzeiros, Kleber Silva.Normalmente, os navios programam dois turnos para cada refeição. Então, é só escolher o melhor turno e cumprir o horário indicado. Mesmo porque existe uma alternância entre o jantar e os shows. Quem come primeiro assiste ao show depois e vice-versa. DICASEm cruzeiros, as gorjetas são pagas como taxas de serviço, na hora da compra do pacote. O valor arrecadado é distribuído entre a tripulaçãoPara viagens no Brasil, leve o RG ou a carteira de habilitação (precisa ser original e com foto)Abuse dos trajes informais e reserve a roupa de gala para a Noite do ComandanteA moeda corrente no navio é o dólar, mas não precisa encher a carteira. Você pode pagar tudo com o cartão de crédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.