Ministério confirma caso de estomatite bovina em MT

O Ministério da Agricultura confirmou hoje que foi detectado um caso de estomatite bovina na cidade de Cocalinho, em Mato Grosso, às margens do rio Araguaia. Os técnicos informaram que o assunto está sendo investigado, mas que não há necessidade alguma de sacrificar animais. A doença, que não é usual no Brasil, assemelha-se à febre aftosa. A diferença, explicaram os técnicos, é que ela tem um pico: surge e depois some, não voltando mais a se manifestar no gado.Ontem, a Associação Brasileira Exportadora de Carne Bovina (Abiec) confirmou, por meio de sua assessoria, a suspensão, pela Rússia, da compra de carne bovina de animais de Mato Grosso devido ao registro da doença. O foco, informou a Abiec, teria aparecido na cidade do Cáceres, também em Mato Grosso. A doença, explicaram técnicos do ministério, é adquirida pela ingestão de alimentos contaminados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.