Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Ministério corrige informação sobre áreas de aftosa

O Ministério da Agricultura corrigiu informação divulgada anteriormente sobre o reconhecimento de Estados como área livre de febre aftosa. De acordo com o ministério, 17 Estados foram reconhecidos e consolidados como livres de febre aftosa com vacinação, entre eles o Acre, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Goiás. Santa Catarina continua sendo o único Estado brasileiro considerado livre de aftosa sem vacinação.Em nota anterior, a assessoria de imprensa do ministério tinha divulgado que Acre, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Santa Catarina e Goiás tinham sido considerados áreas livres de febre aftosa sem vacinação, informação que foi retificada por meio de uma segunda nota.Na nova nota, o ministério reafirma que a situação dos Estados foi dividida em áreas livres de febre aftosa sem vacinação, áreas livres de febre aftosa com vacinação e áreas que ainda não apresentam condições para inclusão nas situações devidas. A instrução estabelece ainda que o eventual aparecimento de um ou mais casos de febre aftosa, em qualquer das áreas consideradas livres da doença, implica na suspensão temporária da situação vigente. A suspensão poderá incluir apenas parte da área livre no caso de surto limitado ou, quando for possível, estabelecer uma zona de contenção que agrupe todos os casos, com a finalidade de reduzir, ao mínimo, o impacto da doença. As informações são da assessoria de imprensa do Ministério da Agricultura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.