Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Ministério da Agricultura cria grupo para a Rio+20

O Ministério da Agricultura criou um grupo de trabalho para debater e propor ações necessárias à articulação da pasta na organização da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável - Rio+20. O objetivo é participar ativamente do evento marcado para 4 a 6 de junho de 2012, no Rio de Janeiro. A criação do grupo foi oficializada no Diário Oficial da União (DOU) de ontem, 20, por meio da Portaria nº 871, de acordo com comunicado do Ministério.

EQUIPE AE, Agencia Estado

21 de outubro de 2011 | 14h17

O grupo será composto por representantes da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo (SDC), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A coordenação cabe à SDC. Entre as atribuições iniciais do comitê está prevista a definição de um texto em nome do governo federal sobre a interface entre economia verde e o combate à pobreza. O documento será elaborado em conjunto com todos os ministérios e deverá ser entregue até o dia 1º de novembro.

Outra tarefa é preparar um material específico do setor agropecuário - em parceria com órgãos e entidades agrícolas - abordando a importância da agricultura para a questão ambiental. Na carta, serão citadas iniciativas como o Programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC), trabalhos da pesquisa agropecuária para a sustentabilidade, compromissos do segmento com a biodiversidade e ações para reduzir o aquecimento global.

Os temas e encaminhamentos da equipe serão informados e submetidos à apreciação da Secretaria-Executiva do Ministério da Agricultura. O grupo se reunirá mensalmente e poderá convidar outros representantes e especialistas de entidades públicas e privadas para as reuniões com o objetivo de auxiliar em suas atividades.

Tudo o que sabemos sobre:
AgriculturaRio+20grupoambiente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.