carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Ministério da Fazenda projeta PIB de 4,5% em 2011

O Ministério da Fazenda reduziu as projeções de crescimento da economia brasileira nos próximos quatro anos. O boletim "Economia Brasileira em Perspectiva", relativo ao primeiro bimestre deste ano, prevê que a expansão média entre 2011 e 2014 será de 5,1%. Na edição especial do boletim, divulgada em março deste ano para um balanço da atividade econômica em 2010, a previsão do Ministério da Fazenda era de um crescimento médio de 5,9% nos quatro anos. A estimativa de alta do PIB para 2011 caiu de 5% para 4,5%. Para 2012, a projeção foi reduzida de 5,5% para 5%. Em 2013 e 2014, o Ministério da Fazenda espera um crescimento econômico de 5,5%, ante os 6,5% projetados anteriormente.

RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

30 de maio de 2011 | 12h17

O boletim destaca ainda o início, em 2010, da retirada de estímulos adotados para enfrentar a crise financeira internacional. Ressalta ainda a adoção de medidas macroprudenciais para assegurar o ritmo sustentável de crescimento, evitando a criação de desequilíbrios internos e externos. "Como resultados dessas medidas, a economia brasileira cresceu abaixo do seu potencial nos últimos dois trimestres do ano passado e deve continuar desacelerando em 2011, fechando o ano com expansão de 4,5%", afirma a Fazenda, no documento.

"Os primeiros dados de 2011 sobre a atividade econômica ainda não mostram de maneira clara o ritmo dessa desaceleração esperada, por causa das defasagens envolvidas nas medidas adotadas e também em virtude das mudanças estruturais em andamento na economia brasileira", completa. O Ministério da Fazenda afirma que, mesmo com a expansão da atividade econômica mais moderada em 2011, a média do crescimento para os próximos anos deverá ser superior às verificadas recentemente, por conta da elevação da capacidade produtiva brasileira.

O relatório "Economia Brasileira em Perspectiva" é publicado bimestralmente pela Secretaria de Política Econômica (SPE). O documento consolida e atualiza as principais variáveis macroeconômicas resultantes da condução da política econômica. O documento está publicado no site do Ministério da Fazenda (www.fazenda.gov.br).

Tudo o que sabemos sobre:
FazendaprojeçõesPIBcrescimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.