Reprodução
Reprodução

Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Ministério do Trabalho erra comparação de férias entre Brasil e outros países

De acordo com vídeo, férias do trabalhador brasileiro seriam maiores do que as dos suecos; após críticas, postagem foi deletada

O Estado de S.Paulo

11 de outubro de 2016 | 16h52

O Ministério do Trabalho divulgou em suas redes no último domingo, 9, um vídeo em que mostra quantos dias de férias o trabalhador tem direito em diferentes países, segundo a legislação local. Mas, logo que publicado, o conteúdo sofreu críticas dos internautas. 

Apesar de ter adotado o critério de dias úteis para todos os países que citava, como Estados Unidos, México, China e Argentina, para o Brasil, o Ministério resolveu utilizar o total de dias corridos. 

Assim, a Suécia, por exemplo, em que o trabalhador tem direito a 25 dias úteis de férias, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), parecia garantir período menor do que o Brasil, que ofereceria 30 dias. Porém, diferentemente do que foi publicado pelo Ministério, pelo critério de dias úteis adotado pela OIT, os brasileiros têm direito a 21 dias de folga.

Na segunda-feira, 10, após quase 1000 comentários na postagem, a Pasta editou o texto que acompanhava o vídeo, admitindo o erro. Na manhã desta terça-feira, o vídeo já não estava mais disponível em sua página no Facebook.

Tudo o que sabemos sobre:
Ministério do TrabalhoFérias

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.