Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Ministério investiga fraude no tamanho das televisões

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), do Ministério da Justiça, determinou a abertura de processo administrativo contra várias empresas fabricantes de televisores para investigar a divulgação de informações falsas sobre as características do produto.De acordo com os despachos publicados no Diário Oficial, os aparelhos de televisão são apresentados em campanhas de publicidade como sendo de 29 polegadas. No entanto, os aparelhos são apenas de 27 polegadas. O DPDC entende que esta prática comercial é publicidade enganosa.As empresas Mitsubishi, Evadin, Sony, Semp Toshiba, Panasonic, Itautec Philco, Gradiente, LG Eletronics da Amazônia, Sanyo da Amazônia e CCE foram notificadas para que apresentem em dez dias ao Ministério da Justiça um exemplar do material publicitário que contenha o produto em investigação e apresentem as defesas.A denúncia foi encaminhada pelo escritório municipal de defesa do consumidor de Santo Ângelo, no Rio Grande do Sul, contra a empresa Philips. O DPDC decidiu estender a investigação a outras marcas de televisores por haver indícios de que outras empresas também estariam realizando propaganda enganosa.

Agencia Estado,

28 de novembro de 2002 | 18h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.