Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Ministério pode rever restrição de propostas no leilão da ANP

O Ministério de Minas e Energia sinalizou com a possibilidade de rever a determinação de limitar a oferta de propostas por setor na Oitava Rodada de Licitação da ANP, que acontece em novembro. A afirmação foi feita pelo secretário de Petróleo, Gás e Combustíveis Renováveis do MME, João Nora Souto, durante a Rio Oil & Gas.Segundo ele, a restrição está contida no pré-edital e portanto não é definitiva. "Como os empresários estão se manifestando contra, esta questão pode ser repensada", disse. A avaliação está ocorrendo em conjunto com a ANP. Conforme Souto, a decisão de adotar a restrição havia sido tomada para evitar problemas como o da Geobrás, que arrematou nove áreas na Bacia de São Francisco no sétimo leilão, ofertando bônus altos, e acabou não assinando os contratos de concessão."Queremos aumentar o número de players no setor e não dificultar a participação das empresas", disse em entrevista. Esta é a primeira vez que o governo limita a oferta de propostas por setores. A idéia foi duramente criticada em vários painéis realizados durante a Rio Oil & Gas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.