Ministério Público investiga importação de arroz do Uruguai

O procurador da República em Santana do Livramento (RS), Cícero Corrêa, instaurou um procedimento administrativo para investigar possíveis irregularidades na importação de arroz do Uruguai. A medida foi baseada em denúncia formulada pela Federação dos Arrozeiros e Sindicato Rural de Quaraí. Eles argumentam que os caminhões vindos do país vizinho com arroz ingressam no Brasil com excesso de carga, gerando prejuízos à indústria e agricultura nacionais, sonegação de impostos e danos às rodovias.O procedimento instaurado pela Procuradoria da República busca verificar as medidas que estão sendo tomadas pela Receita Federal, Ministério da Agricultura e Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT) para coibir esta prática. O procurador enviou um ofício à Receita Federal, requerendo informações sobre as balanças que deveriam fazer o controle das cargas a granel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.