Ministério quer pôr 1 mi de jovens no mercado até 2014

O ministro do Trabalho, Manoel Dias, afirmou nesta quinta-feira, 29, que a meta do ministério é que até o fim de 2014 pelo menos um milhão de jovens estejam inseridos no mercado de trabalho por meio de programas relacionados à aprendizagem profissional. De acordo com Dias, atualmente há 280 mil jovens empregados em regime de aprendizagem. "Essa é a nossa meta até o fim do mandato da presidenta Dilma", afirmou.

GUILHERME WALTENBERG, Agencia Estado

29 de agosto de 2013 | 18h48

Segundo ele, a pasta pensa as estratégias que tomará para atingir essa marca. "Temos de ter políticas públicas junto com entidades para desenvolver mais, chamar mais jovens, despertar neles mais interesse (pelo mercado)", afirmou. Dias reuniu-se nesta quinta-feira com jovens interessados no mercado de trabalho no espaço sociocultural do Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee), na região central de São Paulo. Na ocasião, o ministro do Trabalho recebeu homenagem do Ciee por serviços em prol da inserção do jovem no mercado de trabalho.

Tudo o que sabemos sobre:
TrabalhoDias

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.