Ministério recua e diz que Brasil poderá ter a sua TV digital

O secretário-executivo do Ministério das Comunicações, Paulo Lustosa, negou na noite desta terça-feira que esteja descartada a possibilidade de o Brasil desenvolver seu próprio padrão de televisão digital. Pela manhã, ele havia dito em um seminário em São Paulo que a criação de um sistema brasileiro de TV digital ?seria o mesmo que tentar reinventar a roda?. À noite, ele disse que talvez não tenha sido claro em sua exposição. Segundo Lustosa, seria um contra-senso descartar o modelo brasileiro uma vez que 90 instituições estão envolvidas na pesquisa e estão sendo gastos R$ 65 milhões. Ele disse ainda que a inclusão digital é uma bandeira do governo Lula e que a TV digital é um importante instrumento para alcançar esse objetivo, por meio da interatividade e do acesso à internet que será permitido através do aparelho conversor de sinais digitais em analógicos. Lustosa explicou que ?se, por ventura, ao final do prazo? o Brasil não construir a melhor proposta, ?teríamos viabilizado a integração das instituições de pesquisas?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.