Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Ministério sugere aumentar exportação pelo Correio

O Ministério das Comunicações propôs à Câmara de Comércio Exterior (Camex) que aumente para US$ 20 mil o limite máximo dos valores de remessa para o exterior de mercadorias produzidas por micro e pequenas empresas pelo programa de exportação para remessas postais. Atualmente, cada remessa de mercadorias para fora do País, usando esse serviço dos Correios, não pode ter valor superior a US$ 10 mil.A expectativa do ministério, caso a medida seja aprovada pela Camex, é de que haverá um incremento de 220% nas exportações de micro e pequenas empresas só neste ano. Segundo nota do ministério, a estimativa é de que o volume de exportações de 2004 possa chegar a US$ 200 milhões, superando a previsão para este ano, de US$ 80 milhões.No ano passado, 3.271 empresas exportaram pelo modo tradicional, gerando US$ 14,7 milhões em recursos. Pelo correio, o volume de negócios chegou a US$ 62 milhões e foi utilizado por 5.081 empresas. De acordo com a nota, a elevação do valor para essas exportações permitirá a redução de custos, tornando os produtos brasileiros mais competitivos.Os Estados Unidos são o principal destino das exportações via correio, com US$ 26,9 milhões em 2003, seguidos da Argentina, México e Japão. Entre os produtos mais exportados estão discos e fitas de gravação (22%), livros e brochuras (5%), calçados e acessórios para veículos (4%) e roupas íntimas femininas (2,5%). Segundo o Ministério, as micro e pequenas empresas representam 98% do total de 4,1 milhões de empresas registradas no País e empregam 45% da mão de obra.

Agencia Estado,

07 de abril de 2004 | 17h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.