Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Ministra da França rejeita proposta de elevar imposto de bancos

A ministra de Economia da França, Christine Lagarde, rejeitou uma proposta de elevar em 10 por cento o imposto que incide sobre os lucros dos bancos, mas afirmou que está avaliando modos por meio dos quais possam pagar por medidas de supervisão mais rigorosas.

REUTERS

19 de outubro de 2009 | 12h18

Em uma entrevista na edição desta segunda-feira do jornal Les Echos, Lagarde afirmou que a proposta de aumento do imposto, aprovado pelo comitê de finanças da câmara dos parlamentares, irá penalizar os bancos franceses.

"Eu não tenho lutado nos últimos dois anos e meio para melhorar a atratividade de Paris como um centro financeiro e para melhor regular os bônus apenas para arruinar tudo em um instante sem qualquer razão séria", disse ela ao jornal.

"Não há dúvida sobre a adoção de uma medida nacional que atingirá o sistema bancário francês, que se comportou bem durante a crise."

Lagarde afirmou que seus comentários não significam que "nenhum esforço será exigido dos bancos".

"Eu estou considerando medidas que podem atribuir a eles o custo da supervisão bancária reforçada e de uma melhor proteção aos usuários de bancos", revelou a ministra.

(Reportagem de James Mackenzie)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSFRANCAIMPOSTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.