Alex Silva/ESTADÃO
Alex Silva/ESTADÃO

Ministra diz que Gisele Bündchen critica política ambiental sem 'conhecimento de causa'

'Deveria ser nossa embaixadora e dizer que seu País preserva e não meter o pau no Brasil', afirmou Tereza Cristina; ela diz que pretende convidar a modelo para ser embaixadora

Marcelo Osakabe, O Estado de S.Paulo

14 de janeiro de 2019 | 10h20

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, ironizou a modelo Gisele Bündchen em uma entrevista à Rádio Jovem Pan concedida nesta segunda-feira, 14, dizendo que a brasileira deveria ser uma "embaixadora" do País no exterior, divulgando como o Brasil produz com preservação à natureza e não criticar "sem conhecimento de causa".

Tereza criticava a atuação de brasileiros que, assim como a modelo, criticam a legislação e a atuação do governo na preservação de suas áreas florestais. "É um absurdo o que fazem hoje com a imagem do Brasil. Infelizmente são maus brasileiros. Por algum motivo vão lá fora levar uma imagem do Brasil e do setor produtivo que não é verdadeiro." 

"Desculpe, Gisele Bündchen, você deveria ser nossa embaixadora e dizer que seu País preserva, está na vanguarda do mundo na preservação, e não meter o pau no Brasil sem conhecimento de causa", disse a ministra.

Após a entrevista, o perfil de Tereza no Twitter fez uma publicação mencionando o comentário e dizendo que deve enviar um convite "em breve" à modelo. Gisele fez campanha contra a aprovação do código florestal durante o primeiro governo Dilma Rousseff e, mais recentemente, criticou o governo Michel Temer sobre um decreto que extingue a Reserva Nacional de Cobre (Renca).

"Na Jovem Pan sinalizei que a Gisele Bündchen podia ser embaixadora do Brasil para mostrar que produzimos alimentos para o mundo preservando a natureza. A modelo vai receber, em breve, convite nosso", escreveu a ministra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.