Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Ministro afirma que competitividade atrai atenção para Agrishow

O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, pediu hoje ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que visitou a Agrishow, que o governo garanta auxílio aos produtores prejudicados pela ferrugem, seca e chuva durante esta safra. Ao lado de Lula, ele também disse ser prioritário o programa de armazenagem de grãos dentro das fazendas. Hoje apenas 5% da safra brasileira é guardada em silos próprios, garantindo a esse produtor a possibilidade de comercializar sua safra no momento mais oportuno.Rodrigues disse que a presença de Lula em feiras agropecuárias - foram 11 no ano passado - demonstra a confiança do governo "no setor que mais gera empregos, renda e excedente exportáveis". Segundo o ministro, a Agrishow, a maior feira agropecuária da América Latina e a terceira do mundo, está deixando de ser uma feira de negociação com lastro em tecnologia para ser uma feira baseada em competitividade, atraindo a atenção de outros países.Visitas à AgrishowNa edição deste ano da Agrishow, visitaram Ribeirão Preto o comissário europeu para a agricultura, Franz Fischler, empresários da Costa do Marfim e Alemanha e representantes do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), que, conforme Rodrigues, pretende se instalar na feira em 2005. "A Agrishow torna viável a compreensão dessas lideranças internacionais da efetiva competitividade que o Brasil tem e também uma nova postura nas discussões internacionais em relação ao protecionismo internacional", disse o ministro.Ele lembrou que o sucesso da feira de Ribeirão Preto gerou "filhotes", como a Agrishow Rondonópolis, que na edição deste ano fechou negócios na ordem de R$ 1,4 bilhão. "Esses filhotes acabam locomovendo outros setores da economia. Em Rondonópolis, um dos fatores mais espetaculares foi a venda de 56 aviões para pulverização agrícola", disse o ministro.

Agencia Estado,

30 de abril de 2004 | 15h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.